Açoreana Seguros adota Plataforma de Cotação de Risco

Software

A Açoreana Seguros adotou uma Plataforma de Cotação de Risco (PCR) que será transversal a todos os seus processos de negócio e que tem o objetivo de reforçar a ligação dos seus já quase 5 mil agentes espalhados por todo o país. Esta nova solução visa permitir às áreas comerciais e agentes da seguradora submeter

A Açoreana Seguros adotou uma Plataforma de Cotação de Risco (PCR) que será transversal a todos os seus processos de negócio e que tem o objetivo de reforçar a ligação dos seus já quase 5 mil agentes espalhados por todo o país. Esta nova solução visa permitir às áreas comerciais e agentes da seguradora submeter pedidos de cotação que, pelos riscos inerentes ou pelos montantes envolvidos, tornem necessária uma avaliação do risco pelas áreas de subscrição.

AcoreanaSeguros

Implementada pela Novabase, a nova plataforma vai possibilitar também o acesso online a agentes e corretores, disponibilizando igualmente ferramentas de gestão às diversas áreas de negócio da empresa para que possam configurar e gerir produtos, regras e processos da sua responsabilidade de forma simples e eficaz, visando permitir melhorar a qualidade de serviço, reduzir o time-to-market e reforçar o compromisso com os clientes.

Toda a solução da Novabase foi desenvolvida segundo a metodologia de Design Thinking, uma metodologia de desenvolvimento ágil, com entregas interativas e processos de validação simplificados.

Ficou ainda assegurado pela Novabase que a arquitetura base que foi criada está preparada para acelerar a implementação de novos projetos de Business Process Management (BPM) que possam vir a surgir no futuro da companhia de seguros.

“O PCR insere-se numa política de dinamização de ferramentas de suporte à comercialização através da recolha de informação relevante sobre o risco, com uma maior agilização dos processos, com reutilização a 100% dos dados inseridos, reduzindo o risco operacional e aumentando a eficiência, possibilitando uma tomada de decisão seletiva dos riscos”, destaca João Lopes, diretor de Subscrição e Análise de Risco da Açoreana Seguros.

“Com este projeto, a Novabase deu mais um passo na concretização da sua visão, ao unir as melhores ferramentas tecnológicas com uma metodologia centrada nas pessoas e no negócio. Contribuiu, assim, para tornar mais simples e feliz a experiência dos colaboradores, agentes e mediadores da seguradora, tendo conseguido oferecer, mais uma vez, um serviço diferenciador aos seus clientes”, afirma José Domingos Teixeira, senior manager da Novabase.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor