Acerte o seu rumo com a iTGrow

EmpresasNegócios

A iTGRow, é uma empresa que completa a formação de recém-licenciados e estagiários curriculares e profissionais, na área dos Sistemas de Informação, através do seu envolvimento e integração em projetos desenvolvidos para o BPI e para a Critical Software. Aposta, também, na formação complementar on the job, assente no desenvolvimento de competências avançadas, no domínio

A iTGRow, é uma empresa que completa a formação de recém-licenciados e estagiários curriculares e profissionais, na área dos Sistemas de Informação, através do seu envolvimento e integração em projetos desenvolvidos para o BPI e para a Critical Software. Aposta, também, na formação complementar on the job, assente no desenvolvimento de competências avançadas, no domínio das Tecnologias da Informação e Comunicação e Engenharia de Software, com o objetivo de acrescentar valor à formação académica.

itg2

A empresa que acabámos de apresentar, em parceria com a Universidade de Coimbra, lançou um inovador programa de formação profissional, designado por “Acertar o Rumo”. Tal como Catarina Fonseca, responsável pelo programa, declara “a sua missão é recrutar jovens, licenciados em Engenharia Informática e em Engenharia Eletrotécnica, integrá-los em programas de Engenharia e Software, promover uma formação profissional forte, estruturada e acompanhada, para que eles [recém-licenciados], nos três primeiros anos da sua carreira, consigam evoluir muito rapidamente”. Este programa visa, portanto, aumentar o nível de qualificação de profissionais na área das Tecnologias da Informação, encaminhando as suas competências para áreas com empregabilidade.

A Critical Software, o BPI, a Novabase, a PT Comunicações, a AIRC, o Grupo Portucel Soporcel, a ISA, a Present Technologies e a RedLight Software são o primeiro grupo de empresas a aderir formalmente a este inovador programa de formação profissional. Estas empresas comprometem-se a receber nos seus projetos os alunos que tenham terminado com sucesso a fase formativa do programa, em contexto de estágio profissional, garantindo aos formandos condições de remuneração, na ordem dos 750 euros brutos e, para além disso, um projeto com um contexto propício para o desenvolvimento das competências envolvidas.

Luís Paquete, Professor Auxiliar Convidado do Departamento de Engenharia Informática da Universidade de Coimbra, refere que “o papel destas empresas é crucial para o sucesso do Programa uma vez que visa garantir a componente de formação on-the-job, bem como facilitar aos formandos a entrada no mundo do trabalho dando-lhes a possibilidade de pagarem o empréstimo que tenham contraído para completar a formação”.

O objetivo primordial do programa é reconverter, profissionalmente, pessoas que não tenham emprego nas suas áreas de formação original e que pretendam fazer uma carreira nas áreas das Tecnologias da Informação. Desta forma, a iTGrow contribui, por um lado, para a diminuição do desemprego em Portugal e, por outro, responde às necessidades de recursos qualificados nas áreas das Tecnologias da Informação, não só na sua empresa, mas também em outras que tenham aderido ao programa.

Se, efetivamente, não encontra emprego na sua área de formação original e a das Tecnologias de Informação suscita o seu interesse, está perante uma oportunidade que não deve deixar escapar. Nesta primeira edição, o programa “Acertar o Rumo” vai recrutar pessoas que tenham cursos superiores com uma boa base de Matemática e Lógica, isto é, pessoas licenciadas em Engenharia, Química, Mecânica ou Ciências Exatas. Catarina Fonseca sublinha: “Nós procuramos pessoas motivadas para exercer funções de programadores informáticos, que queiram mudar o rumo da sua carreira profissional, que estejam determinadas e dispostas a investir um pouco mais na sua formação académica para, no fundo, construir um futuro profissional mais promissor”.

O programa “Acertar o Rumo” terá uma duração total de 22 meses e está estruturado em duas fases. A primeira diz respeito a uma fase letiva, com dez meses de formação na Universidade de Coimbra e, a segunda, corresponde a um estágio profissional numa das empresas aderentes ao programa, com doze meses de formação on the job. É, ainda, importante sublinhar que a primeira fase representa um investimento para o formando, tendo um custo de 2.850 euros no ato de inscrição. Por seu lado, a segunda fase, que remete para o estágio profissional, é remunerada, o que significa que a pessoa pode passar a ter algum retorno do investimento que fez. “Espera-se que o estágio profissional seja o primeiro passo de uma carreira e que tenha continuidade depois dessa fase”, refere Catarina Fonseca.

Uma das ideias presentes neste programa é que seja acessível a todos e, para tal, existirão linhas de crédito que os formandos poderão ativar, para apoiar o pagamento da propina e, ainda, o subsídio de subsistência mensal, uma vez que o curso é intensivo e o indivíduo vai estar oito horas por dia em formação na Universidade de Coimbra, não conciliável com um trabalho em part-time, por exemplo.

As candidaturas estão, neste momento, a decorrer, através de provas em formato de entrevista, para identificar os 25 melhores candidatos. A sua inscrição pode ser submetida, desde já, através do preenchimento de um formulário disponível em  www.acertarorumo.pt ou, em alternativa, através do envio do seu curriculum para: info@acertarorumo.pt.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor