Acer reporta quebra nas vendas e perdas operacionais

EmpresasEscritórioNegócios
0 0 Sem Comentários

A Acer reportou uma quebra das vendas e perdas operacionais no segundo trimestre, embora tenha conseguido obter lucros depois de impostos. Esta é uma altura de turbulência na fabricante asiática, que procede a uma reestruturação do seu negócio.

As receitas consolidadas da Acer atingiram os 56,16 mil milhões de dólares de Taiwan (1,59 mil milhões de euros), uma ligeira descida de 0,3% relativamente ao trimestre anterior e de 6,7% face ao mesmo período do ano passado.

“Apesar do impacto do preço de componentes-chave e da transição de ciclos de produto, a Acer manteve uma margem de lucro bruta de 9,6% e e reportou uma perda operacional de NT$279 milhões (7,9 milhões de euros)”, refere a empresa. As receitas não-operacionais foram de 29,8 milhões de euros, tendo-se devido sobretudo a ganhos cambiais, enquanto os lucros depois de impostos atingiram 15,3 milhões de euros.

“Estes resultados mostram que a Acer se manteve lucrativa no decurso da sua transição, ao desenvolver produtos inovadores que vão encontro das necessidades dos utilizadores”, indica a fabricante em comunicado.

A marca de Taiwan está a “alargar a fronteira dos seus negócios” com base na sua visão BeingWare (cloud) e pretende lançar PCs e outros dispositivos com uma nova combinação de hardware, software e serviços. “As recentes alterações estratégicas no reagrupamento do seu core e novos negócios foram realizadas no sentido de ir ao encontro das novas necessidades em evolução”, acrescenta.

No primeiro semestre de 2016, as receitas consolidadas da Acer foram de 3,19 mil milhões de euros, uma descida de 12,2% face ao período homólogo do ano anterior. A receita operacional atingiu 16,7 milhões e a receita líquida foi de 16,6 milhões.

Recentemente, a empresa anunciou a sua entrada no mercado de realidade virtual, com uma joint-venture com a Starbreeze para laçar o StarVR.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor