A10 Networks acrescenta proteção DDoS aos seus produtos

Segurança

A A10 Networks anunciou a inclusão de funcionalidades de proteção DDoS (Distributed Denial of Service)  integradas na sua linha de produtos Thunder CGN (Carrier Grade Networking) que oferecem extensões de endereços IPv4 e capacidades de migração IPv6. A adição da funcionalidade integrada de proteção contra ataques DDoS na linha de produtos Thunder CGN oferece aos operadores e fornecedores de serviço um caminho para prevenir ataques DDoS, garantindo que a sua infraestrutura

A A10 Networks anunciou a inclusão de funcionalidades de proteção DDoS (Distributed Denial of Service)  integradas na sua linha de produtos Thunder CGN (Carrier Grade Networking) que oferecem extensões de endereços IPv4 e capacidades de migração IPv6.

DDoSA adição da funcionalidade integrada de proteção contra ataques DDoS na linha de produtos Thunder CGN oferece aos operadores e fornecedores de serviço um caminho para prevenir ataques DDoS, garantindo que a sua infraestrutura de rede continue a gerar receitas.

À medida que o panorama de segurança evoluiu, os ataques DDoS também cresceram de forma significativa nos últimos anos. Os ataques pode ser provenientes de dentro ou de fora da rede de utilizadores da empresa. Devido à natureza de alto rendimento destes ataques, o mercado necessita de appliances capazes de realizar tarefas de deteção e mitigação em hardware de uma forma rápida para prevenir adequadamente que a infraestrutura do centro de dados seja atacada.

Os produtos Thunder CGN, da A10, oferecem agora proteção DDoS especializada para a infraestrutura de rede que oferece serviços frontais para o público, como sites, DNS e serviços de messaging, o que limita a exposição a ataques DDoS sofisticados e dispendiosos que reduzem os serviços online e expõem toda a rede a vulnerabilidades adicionais.

As novas capacidades Integradas do Thunder CGN para fazer frente a ataques DDoS são potenciadas pela nova família de appliances Thunder SPE, também apresentada recentemente. Os equipamentos Thunder SPE utilizam o novo e inovador Motor de Segurança e Política (SPE) da A10 para implementar funções de segurança e de aplicação de políticas a uma maior velocidade, aproveitando o poder de componentes de hardware adicionais e melhorados que permitem um aumento do rendimento de até 40 por cento face aos appliances Thunder tradicionais.

A capacidade de DDoS nos produtos Thunder CGN está disponível sem valor adicional como parte do acordo de licença “Tudo Incluído” do ACOS (Advanced Core Operating System), versão 2.8.2.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor