A Internet das Coisas, o impacto económico e mais além

Inovação

A Internet das Coisas é um chavão omnipresente nas previsões tecnológicas. Consiste no contínuo registo digital de informação, partilhada automaticamente entre equipamentos, analisada e relacionada de forma a gerar comportamentos, sem intervenção humana.

Jorge Silva Ricoh PortugalÉ consensual que estas novas possibilidades vão moldar, num futuro próximo, o contexto empresarial e a forma como lidamos com a tecnologia. Mas o ambiente profissional está em constante evolução, e é a capacidade de antever tendências emergentes e adaptar a realidade das organizações que permite dar resposta aos avanços do mercado.

De acordo com um estudo recentemente publicado pela McKinsey Global Institute, o impacto económico da Internet das Coisas, em 2025, corresponde a um valor de $11.1 biliões por ano.

O principal valor económico da Internet das Coisas reside, não no controlo de anomalias, mas na previsão e otimização de processos. Entre as tecnologias que permitem às organizações alcançar o potencial desta nova realidade, destacam-se as soluções empresariais que representam eficiências e rentabilidades significativas.

As soluções para escritório, como os serviços de gestão documental, permitem, por exemplo, reduzir o consumo de energia em 20 por cento. No total, o estudo refere que as aplicações empresariais podem ter um impacto económico entre $70 e $150 mil milhões por ano, em 2025.

Contudo, o potencial vai muito além do impacto económico. Como avançado no estudo do Economist Intelligence Unit2, sobre as principais tendências que irão moldar o local de trabalho do futuro nos próximos 10 a 15 anos, os colaboradores, além de mais informados, mais flexíveis e mais produtivos, vão ser mais saudáveis e mais satisfeitos.

A ergonomia integrada, isto é, objetos de escritório que enviam informação sobre a postura e níveis de stress, fornecem aos empregadores dados essenciais para promover a melhor experiência de trabalho. Existem já cadeiras inteligentes que medem a postura e o tempo que se esteve sentado, bem como superfícies de trabalho que sentem a presença dos colaboradores, e antecipam-se expressivos desenvolvimentos.

O impacto destas novidades tecnológicas é transversal a vários setores e atividades. O retorno financeiro é significativo e a tendência exponencial. Mas mais do que o valor económico, a Internet das Coisas revela já um impressionante impacto humano e civilizacional.