75% dos consumidores de telecomunicações usam três ou mais serviços

4GMobilidade
0 0 Sem Comentários

Nos últimos quatros anos, o aumento da utilização de vários serviços de telecomunicações pelos consumidores foi exponencial: a percentagem de portugueses que utilizam três ou mais serviços passou de 59% em 2011 para 75% em 2015. São dados da Anacom no Dia Mundial dos Direitos dos Consumidores.

O regulador das telecomunicações lançou o relatório “O consumidor de comunicações eletrónicas 2015”, no qual indica que o perfil dos utilizadores se tem alterado e que as empresas portuguesas estão acima da média europeia.

“Se considerarmos o consumo dos cinco serviços: telefone fixo, telemóvel, banda larga fixa e móvel e a televisão por subscrição, constata-se que em 2015 os mesmos eram utilizados por um terço dos indivíduos, percentagem que em 2011 era de apenas 13%”, realça a Anacom. Para efeitos do estudo, são considerados consumidores a partir dos 15 anos.

Neste momento, 73% dos lares têm serviços em pacotes, 40% dispõem de acesso a banda larga fixa por fibra óptica, 38% dos indivíduos têm banda larga no telemóvel e 67% dos utilizadores de telemóvel têm smartphones.

Tal como registado no mais recente relatório sobre acessos fixos do regulador, o consumo de serviços over-the-top (OTT) entre os utilizadores de Internet tem vindo a crescer. A utilização de chamadas de voz pela Internet através de aplicações como o Skype ou o Whatsapp foi de 49% no quarto trimestre de 2015 e os serviços de mensagens instantâneas e de vídeo online são ainda mais utilizados (71% e 68%).

Um ponto importante deste trabalho divulgado pela Anacom é que está a diminuir a percentagem de indivíduos que nunca utilizaram internet. Este segmento da população, com idades entre os 16 e os 74 anos, desceu de 32% em 2014 para 28% em 2015 – ainda assim um valor muito distante da média europeia, que é de 16%. Nos consumidores até aos 44 anos, a performance de Portugal é boa e a média nacional iguala a média europeia, atingido 89% dos indivíduos. No segmento com escolaridade alta, a partir do ensino secundário, Portugal está bem acima da Europa – 95,6% contra 83%.

Mas a distância face à UE é evidente entre os consumidores de idades mais avançadas, em que apenas 27% utilizam a internet em Portugal contra 45% na Europa a 28, e noutros indicadores, como os níveis de escolaridade, situação de reforma e rendimentos mais baixos.

Empresas acima da média europeia

O serviço de acesso à internet tem vindo a crescer no segmento empresaria, sublinha o regulado, e atingiu 98% em 2015, o que está acima da média da Europa a 28. Cerca de 94% das empresas tinham banda larga fixa, mais 11 pontos percentuais que em 2011, e 68% tinham banda larga móvel, um crescimento de 29 pontos percentuais desde 2011.

Também se regista um crescimento na utilização de serviços de OTT pelas empresas. O serviço de mensagens é utilizado por 37,3% das empresas inquiridas e as chamadas de voz são utilizadas por 27,2% das empresas. Os serviços de computação na nuvem são usados por 11,4% das micro, pequenas e médias empresas inquiridas, percentagem que sobe para 31% nas grandes empresas.

Nível de satisfação com telecomunicações

Em termos globais, os utilizadores residenciais dos serviços de telecomunicações estão satisfeitos com os serviços prestados. Os que registam maior nível de satisfação global são agora os utilizadores do serviço telefónico fixo (8,5 pontos em 10) e do serviço de televisão por subscrição (8,4 pontos). Estão acima dos clientes do serviço móvel (8,3 pontos), que habitualmente eram os mais satisfeitos. Os clientes de serviços em pacote apresentaram um dos menores níveis de satisfação média (7,7) e revelaram a maior propensão para mudar de operador.

Os indivíduos mais propensos a estar “insatisfeitos” com os serviços de comunicações eletrónicas são os que possuem um nível de escolaridade superior, idade intermédia, são quadros médios ou superiores, pertencem a famílias numerosas e de classe social mais elevada.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor