Eaton desenvolve novos switches de transferência automática

CloudRedesSoftwareVirtualização

A Eaton anunciou o lançamento de dois novos switches de transferência automáticos (ATS) que permitem uma implementação mais simples e económica de duas fontes de alimentação em redundância, em instalações de TI e de rede, novas ou já existentes. Segundo a empresa, os novos ATS 16 e ATS 30 oferecem uma segurança operacional bastante superior, pelo que os equipamentos com apenas uma única entrada de alimentação podem ser suportados por duas fontes de energia independentes. Tal foi pensado para que os clientes consigam dar a continuidade do negócio, a resiliência e o tempo de atividade, mesmo que uma das fontes de energia falhe.

“No ambiente de TI atual, onde o tempo de inatividade e as interrupções de serviço podem ter um impacto muito disruptivo e negativo em termos de custos, a redundância em termos de fontes de alimentação é muito importante”, disse, em comunicado, Julien Salinas, product manager da Eaton. “No entanto, apenas os servidores avançados e os equipamentos de rede oferecem a capacidade de suporte de duas fontes de energia. Para endereçarmos este problema de uma forma conveniente e mais simples, decidimos desenvolver os nossos novos switches de transferência automática. São switches compactos, económicos, fáceis de instalar, e podem ser usados com qualquer fonte de energia de onda sinodal.”

Ambos os equipamentos ocupam apenas 1U de espaço no rack e oferecem comutação contínua totalmente automática entre as fontes de energia. O ATS 16 tem uma potência de 16A, tem dois conectores IEC C20 para entrada de energia, oito conectores IEC C13 e um conector IEC C19 para fornecimento de energia a equipamentos suportados. Integra, como standard, um LCD que oferece uma série de capacidades métricas e de configuração base.

O ATS 30 é o único switch de transferência automática com 30A no mercado, e utiliza ligações por cabo para entrada e saída de energia. Inclui ainda um completo equipamento de rede, opcional no ATS 16, e conectividade de rede que permite aos utilizadores acederem, configurarem e gerirem as unidades a partir de locais remotos.

Adicionalmente, o ATS 30 pode ser emparelhado com a terceira geração de unidades de distribuição de energia em rack (ePDU G3) da Eaton, para alimentar vários dispositivos. A monitorização pode ser feita através do software Intelligent Power Manager da Eaton, que oferece aos utilizadores um sistema de gestão integrado e devidamente preparado para ambientes virtualizados.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor