Indra e Confederação de Indústrias Indiana colaboram para o desenvolvimento de Smart Cities

Big DataCloudData-StorageNegóciosProjetos

A Indra e a Confederação de Indústrias Indiana (CII) acabam de assinar um MoU (Memorandum of Understanding) para promover linhas de colaboração que permitam desenhar uma oferta comum de soluções e tecnologias no âmbito das Smart Cities. Neste acordo também estão definidas as bases para que a Indra lidere a criação de consórcios que permitam complementar a sua oferta e concorrer em futuros concursos no país.

O acordo surge como resposta ao projeto 100 Smart City Vision, uma iniciativa anunciada no passado mês de setembro pelo primeiro-ministro indiano, Shri Narendra Mod, para impulsionar o crescimento económico e melhorar a qualidade de vida de pessoas em cem cidades distribuídas por diferentes pontos do país ao longo dos próximos cinco anos.

O MOU foi assinado por Soma Banerjee, diretora de Energia e Infraestrutura da CII e Tehmur Khan Galindo, diretor da Indra na Índia. O ato contou também com a presença de Gustavo de Arístegui, embaixador de Espanha na Índia, e Ravi Parthasarathy, presidente da Missão Nacional CII sobre Cidades Inteligentes.

A Indra trará ao acordo a sua ampla experiência no desenvolvimento de soluções e projetos no âmbito das Smart Cities em todo o mundo. Adicionalmente, aportará o seu conhecimento acumulado no desenvolvimento da plataforma urbana Coruña Smart City sob SOFIA2, a sua solução de Internet of Thing (IoT) com capacidades Big Data e cloud, que permite integrar e partilhar a informação de diferentes sistemas, dispositivos móveis ou redes sociais. A plataforma, que se encontra operacional e a processar informação de diversos pilotos na cidade galega, inclui ainda ferramentas de análise para prever quais são os comportamentos da cidade em relação ao uso de serviços para poder adaptá-los de forma proativa às necessidades reais.

O plano 100 Smart City Vision pretende identificar 20 cidades em 2015, 40 em 2016 e outras 40 em 2017, para nelas desenvolver projetos de Smart Cities que permitam dar uma resposta sustentável às previsões de crescimento da população. O seu objetivo é promover cidades que impulsionem o desenvolvimento de infraestruturas de serviços, proporcionando uma qualidade de vida digna aos seus cidadãos, um ambiente limpo e sustentável e a aplicação de soluções “Smart”. Com isto, pretende-se estabelecer modelos que possam ser replicados em diferentes regiões e zonas do país.

Neste contexto, a CII colabora com o governo em diversos âmbitos, tais como a criação de uma plataforma composta por líderes da indústria e especialistas, na gestão de um repositório de conhecimentos com as melhores práticas no desenvolvimento de cidades inteligentes ou na sensibilização através de campanhas, conferências ou fóruns.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor