Apple investiga morte por choque elétrico

EscritórioMac

Contudo, se o circuito do telemóvel ou do carregador forem alvos de algum problema, como um fio partido, por exemplo, poderá haver uma descarga de 220 volts.
 
Johnny Sin Kin-on, professor na Universidade de Ciência e Tecnologia de Hong Kong, confirmou ao “South China Morning Post&rdqu

Segundo a família da vítima, citada pelo tablóide de Hong Kong “Apple Daily”, Ma Ailun caiu inanimada na passada quinta-feira, após ter atendido uma chamada com o seu iPhone 5 ligado à corrente. A jovem, de 23 anos, foi levada de urgência para o hospital, mas não pôde ser reanimada.
 
Uma das irmãs da alegada vítima acrescenta, ainda, que Ma Ailun havia comprado o iPhone em dezembro, numa loja oficial da Apple e que, no momento do incidente, estava a utilizar o carregador original.
 
Por sua vez, a Apple anunciou já ter lançado uma “investigação exaustiva” ao caso, apresentando as condolências à família.
 
Os telefones móveis podem transmitir uma corrente elétrica entre a 3 a 5 volts, muito menos dos que os 35 volts necessários para uma pessoa sentir um choque. Contudo, se o circuito do telemóvel ou do carregador forem alvos de algum problema, como um fio partido, por exemplo, poderá haver uma descarga de 220 volts.
 
Johnny Sin Kin-on, professor na Universidade de Ciência e Tecnologia de Hong Kong, confirmou ao “South China Morning Post” que «há risco ao usar um aparelho eletrónico enquanto se carrega a bateria, seja uma máquina de barbear ou um telefone». 


Autor: admin
Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor