Apple é acusada por fixação de preços dos e-books

EscritórioMac

Jobs admitia que o consumidor pagaria «um pouco mais», porém, era isso que as editoras pretendiam.
 
Cinco das editoras que, inicialmente, foram constituídas arguidas no processo já concordaram em rescindir os acordos que estabeleceram com a Apple. 

De acordo com a BBC, o departamento de justiça dos Estados Unidos da América acusou a Apple de tentar fixar os preços dos e-books junto das editoras, em 2009, na tentativa de competir num mercado dominado pela Amazon.
 
Assim sendo, a Apple prepara-se, agora, para dar início à sua defesa, no julgamento que começou esta segunda-feira, em Nova Iorque. Segundo a BBC, Tim Cook sublinha que a Apple «não fez nada de errado» e que «vai lutar» contra estas injúrias.
 
Algumas citações de Steve Jobs, antigo CEO da Apple, incluídas na sua biografia, foram incluídas no processo. Jobs terá explicado ao seu biógrafo que a empresa disse aos editores para utilizarem uma estratégia conhecida como a “agência de modelos”, isto é, a editora fixava o preço e a tecnológica arrecadava 30%. Jobs admitia que o consumidor pagaria «um pouco mais», porém, era isso que as editoras pretendiam.
 
Cinco das editoras que, inicialmente, foram constituídas arguidas no processo já concordaram em rescindir os acordos que estabeleceram com a Apple. 


Autor: admin
Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor