Altran alcança nível 3 de Capability Maturity Model-Integration

EmpresasNegóciosSoftware

A Altran obteve, na passada sexta-feira, o nível 3 de Capability Maturity Model-Integration (CMMI), mundialmente reconhecida no âmbito do desenvolvimento de software. O CMMI baseia-se nas melhores práticas para desenvolvimento e manutenção de produtos, com particular ênfase na engenharia de sistemas e de software. Com este novo nível, a Altran reforça a sua posição de expertise e excelência como consultora tecnológica.

Para cumprir os objetivos solicitados pelo Software Engeneering Institute (SEI), a consultora francesa realizou diversas ações de formação direcionadas aos seus consultores e managers, com o objetivo de melhorar o seu nível de conhecimento sobre os recursos e os processos da empresa. A gigante tecnológica reviu e melhorou, ainda, os processos internos e a comunicação institucional, de modo a responder de forma mais eficiente às necessidades das suas equipas de projeto e de pré-venda. Também a intranet marca foi atualizada, disponibilizando uma área de Lições Aprendidas, onde é apresentada as soluções encontradas para problemas que tenham surgido ao longo dos diversos projetos da Altran.

“Procuramos o aumento permanente da base de conhecimento e de recursos à disposição da organização, de forma a sermos cada vez mais competitivos, maduros e inovadores”, afirma, em comunicado, Maria da Luz Penedos, Program And Innovation Director da Altran Portugal. Neste contexto, “obter o nível 3 representa uma mais-valia e uma maior competitividade face às empresas concorrentes do setor tecnológico, assim como maior qualidade dos produtos e processos mais rigorosos”, explica.

“A engenharia de software é aplicada a sistemas complexos, o que leva a que muitos projetos se estendam além do tempo e do custo inicialmente previstos. A constante intenção de melhorar é essencial para atingir um nível de excelência cada vez maior”, acrescenta Maria da Luz Penedos.

A Altran, que recentemente investiu 12 milhões de euros na criação 200 postos de trabalho em Portugal, alcançou o nível 2 de CMMI em 2012 e ISO 27000 em 2013 e, desde então, tem continuamente procurado obter níveis superiores no âmbito do mesmo.

A tecnológica francesa vê, assim, a sua posição de grande consultora mundialmente reconhecida fortalecida a nível nacional.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor