Apple pede desculpa aos consumidores chineses

EscritórioMac

A sua reação merece respeito, comparada com outras empresas americanas».

Para além de a Apple ter sido duramente criticada pelos meios de comunicação social chineses, surgiu também a ameaça, por parte do governo, de que a empresa poderia vir a ser penalizada.
 
Assim sendo, os termos da política de garantia do iPhone vão ser alterados, para acomodar as queixas dos consumidores chineses e, finalmente, apaziguar as críticas.
 
Não se avistava no horizonte outra opção, a não ser esta, tendo em conta que a China é o segundo maior mercado da empresa da maçã e aquele que tem vindo a crescer a maior velocidade. Quando olhamos para os números, torna-se mais fácil identificar este facto, ou seja, as vendas subiram 40% no último trimestre de 2012, atingindo os 5,3 mil milhões de euros.
 
De acordo com o tablóide “Global Times”, publicado pelo “People's Daily”, do partido comunista chinês, «A carta com pedido de desculpa da Apple emendou a situação, suavizando a relação tensa entre a empresa e o mercado chinês. A sua reação merece respeito, comparada com outras empresas americanas».


Autor: admin
Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor