Sucessor do Megaupload já está online

Negócios

Este novo sistema criptográfico pode proteger Kim Dotcom, o criador do Mega, de qualquer tentativa de acusação de cópia ilegal de ficheiros, uma vez que este pode alegar desconhecer o conteúdo guardado na “nuvem” pelos seus utilizadores.
 
O portal está de acordo com a lei e, tal

O Mega foi apresentado este sábado na mansão de Dotcom, na Nova Zelândia, e já conta com a presença de 250 mil utilizadores, segundo informou o seu criador na sua conta do Twitter.
 
O Mega oferece 50 GB de espaço de armazenamento gratuito, tamanho que ultrapassa concorrentes como o Google Drive e o Dropbox. Para quem considerar este espaço insuficiente, pode sempre optar por um dos serviços pagos, que custam entre 10 e 30 euros mensais.
 
A grande diferença, relativamente ao seu antecessor, está na criptografia, que vem impedir o acesso de outras pessoas aos dados guardados pelo utilizador no serviço. Este novo sistema criptográfico pode proteger Kim Dotcom, o criador do Mega, de qualquer tentativa de acusação de cópia ilegal de ficheiros, uma vez que este pode alegar desconhecer o conteúdo guardado na “nuvem” pelos seus utilizadores.
 
O portal está de acordo com a lei e, tal como refere o seu fundador, «é tão legítimo como o Dropbox, o Boxnet e outros concorrentes».


Autor: admin
Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor