Estudo revela que acesso self-service a dados aumenta o sucesso das vendas

EmpresasNegócios

Segundo um estudo da Economist Intelligence Unit, o maior acesso aos dados, o uso frequente de ferramentas analíticas e a adoção de dados a níveis superiores da organização conduzem a um melhor desempenho das vendas.

No estudo, que foi patrocinado pela Qlik, 97 por cento das empresas que indicaram que são muito boas na execução dos objetivos de vendas tiveram acesso self-service em tempo real a dados de clientes ou de contas, sendo que três em cada cinco destas empresas afirmaram aceder a relatórios de vendas uma ou mais vezes por dia.

O desempenho das vendas surge como prioridade quase universal para as empresas, com quase 80 por cento delas a indicar que a gestão de desempenho das vendas foi “algo importante” ou “muito mais importante” do que outros objetivos empresariais.

No entanto, as empresas carecem de um grau de confiança nas vendas com apenas um quarto dos inquiridos a afirmar serem “muito bons” a executar os objetivos de vendas. Adicionalmente, de acordo com 27 por cento dos inquiridos, os dados insuficientes ou de má qualidade são uma das principais barreiras para um melhor desempenho nas vendas.

Colin Day, responsável de operações de marketing na empresa de tecnologia financeira SunGard, revelou, em comunicado, que “as empresas que obtiveram sucesso não são as que têm a maior quantidade de dados; são aquelas que realmente entendem isso e sabem o que fazer com eles”. “Os dados e os insights são apenas tão bons quanto as informações atuais disponíveis. As pessoas mudam, o universo de contatos é um ambiente em constante mudança, as empresas surgem e desaparecem, o campo em que os representantes têm de operar está a mudar constantemente”, acrescenta.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor