Lisboa poderá ser o palco da próxima edição da Web Summit

InovaçãoNegóciosStartup

Lisboa e Amesterdão disputam o lugar para acolher a edição de 2016 da Web Summit, uma das mais importantes conferências de tecnologia, empreendedorismo e inovação na Europa.

A Associação de Turismo de Lisboa (ATL) acredita que a candidatura da capital portuguesa se deve “ao seu forte posicionamento turístico, à excelente qualidade da oferta de infraestruturas e serviços e, também, devido à relevância internacional cada vez maior do seu ‘ecossistema’ de startups”.

Esta candidatura “é mais um passo seguro na consolidação da nossa cidade como palco preferencial para a realização dos grandes eventos a nível mundial na área do empreendedorismo e do setor das tecnologias e inovação”, refere, em comunicado, Fernando Medina, presidente da Câmara Municipal de Lisboa.

O responsável acrescenta que “Lisboa é uma ‘startup city’ e não o é por acaso. Lisboa sabe receber, sabe acolher. E é por isso que se candidata à organização deste encontro. Lisboa é cada vez mais uma cidade aberta ao mundo, também digital”.

Trabalhada pelo Turismo de Portugal, pela Associação de Turismo de Lisboa e pela AICEP, a candidatura teve também o apoio institucional do Governo e da Câmara Municipal de Lisboa.

A aprovação da candidatura resultará na constituição de uma task force, conduzida pela ATL, com a participação do Turismo de Portugal e da AICEP para apoiar a organização da Web Summit a receber os mais de 20 mil participantes.

O vencedor será anunciado no próximo mês.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor