Canon patrocina o Visa pour I’Image 2015

AcessóriosEscritório

A Canon divulgou o seu programa anual de atividades do Visa pour I’Image 2015, o festival internacional de fotojornalismo que se vai realizar em Perpignan, França. Durante sete dias, a Canon apresentará uma série de eventos interativos onde será premiado o melhor do fotojornalismo.

Pela primeira vez, o programa inclui uma zona de experimentação da Canon, localizada no Palais des Congrès, onde os visitantes terão a oportunidade de experimentar os últimos produtos e soluções da Canon. Os fotógrafos que sejam credenciados poderão marcar uma sessão de análise de portefólio com o diretor criativo da Getty Images, Anthony Holland Parkin, entre os dias 4 e 5 de setembro. Poderão igualmente visitar o balcão CPT e levar o seu próprio equipamento para verificação, limpeza e para pequenas reparações, tudo gratuitamente.

O público poderá ainda entrar e conversar com os especialistas Canon, num autocarro da experimentação da Canon que estará estacionado no Couvent des Minimes.

No decorrer do festival, a Canon irá promover a sua parceria com o Campeonato Mundial de Rugby, pelo que convidará os visitantes a tirar uma fotografia com os jogadores da equipa local, Union Sportive des Arlequins Perpignanais. O evento terá outras atividades relacionadas com o rugby e as melhores fotografias tiradas serão submetidas a um sorteio onde os três vencedores receberão bilhetes para o campeonato do mundo.

Serão divulgadas duas exposições no Visa pour I’Image 2015. A primeira exibirá fotografias da República Democrática do Congo tiradas pelo Embaixador da Canon, Pascal Maître, juntamente com a vencedora da última edição do prémio Fotojornalista Feminina do Ano, Vivane Dallas. A segunda exposição celebrará o trabalho de um conjunto de fotógrafos internacionalmente reconhecidos, assinalando o 10º aniversário da série de DSLR, EOS 5D, em colaboração com a Getty Images.

A Canon patrocinará, mais uma vez, o prémio Fotojornalista Feminina do Ano, que, este ano, será entregue a Anastasia Rudenko, pelo seu projeto sobre doenças mentais na Rússia. A 5 de setembro, a premiada receberá uma bolsa na cerimónia para apoiar o seu trabalho de portefólio. A vencedora da edição de 2014, Vivane Dallas, exibirá também o seu trabalho sobre mães adolescentes no norte de França durante o festival.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor