Google tem mais tempo para se defender perante a União Europeia

e-RegulaçãoLegal

A Google tem mais duas semanas para responder às acusações feitas pela União Europeia por abuso de poder de mercado em vários países europeus.

Inicialmente a gigante da Internet tinha até 17 de agosto para tentar evitar uma multa que pode chegar a seis mil milhões de dólares.

Agora, um porta-voz da empresa anunciou que a empresa terá até dia 31 de agosto para se defender perante as autoridades europeias.

Segundo a Reuters, a Comissão Europeia aceitou o pedido da Google para estender o prazo de resposta. “Como é prática habitual, a Comissão analisou as razões para o pedido. Como resultado, concedeu uma extensão permitindo à Google exercer os seus direitos de defesa”, disse em declarações à agência de notícias Ricardo Cardoso, porta-voz da Comissão.

A tecnológica foi acusada em abril pela Comissária Europeia da Concorrência, Margrethe Vestager, de manipular os resultados das pesquisas para promover as suas próprias marcas. As autoridades investigaram as suspeitas durante cinco anos antes de formalizarem um processo judicial.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor