KuantoKusta revela tendências de compras online

Negócios

Por sua vez, a percentagem de inquiridos que nunca efetuou uma compra online caiu para metade, ou seja, no verão passado 2,5% das pessoas nunca tinham comprado nenhum produto online e, este ano, só 1,2% é que nunca o fez.
 
Quando os inquiridos foram questionados acerca do motivo mais releva

O inquérito, desenvolvido pela Two Much em parceria com a NetQuest, reuniu um total de 1374 entrevistas. Os seus resultados apontam para uma crescente utilização da Internet para efetuar compras, dado 56% dos inquiridos ter afirmado que faz compras online uma ou mais vezes por mês. Ao compararmos com o inquérito que foi realizado no verão de 2012, verificamos um aumento de 40%. Por sua vez, a percentagem de inquiridos que nunca efetuou uma compra online caiu para metade, ou seja, no verão passado 2,5% das pessoas nunca tinham comprado nenhum produto online e, este ano, só 1,2% é que nunca o fez.
 
Quando os inquiridos foram questionados acerca do motivo mais relevante, associado à compra online, 57,4% afirmou que o preço mais baixo teve alguma influência na sua decisão, enquanto 16,4% destacaram a facilidade e a rapidez do processo de compra.
 
No que diz respeito aos produtos mais comprados, os dispositivos de informática encontram-se no topo da lista (76,1%), seguindo-se os telemóveis e GPS (49,1%), os produtos de imagem e som (47%) e, finalmente, temos os videojogos (35,6%).
 
Este inquérito pretendia, também, compreender se a pressão dos funcionários, nas lojas físicas, afetava a compra, tendo 27% referido que sim e 80% afirmado que essa pressão só os motivava a sair da loja sem adquirir o produto desejado.


Autor: admin
Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor