Encontro Overclocker Asus ROG conquista seis novos recordes mundiais

EmpresasNegócios

O overvolting por hardware através do VGA Hotwire provou ser muito útil neste cenário, tal como aconteceu com o Subzero Sense para a deteção de baixas temperaturas, que foi desenhado para funcionar com as configurações do sistema de arrefecimento líquido.
 
A Maximus V Extreme já se estabele

Tudo começou com um grupo de overlockers profissionais, empenhados em obter novos recordes de benchmarking globais.  Utilizando Motherboards Rog Maximus V Extreme, processadores Intel Core i7-3770K e um vasto número de sistemas de arrefecimento líquido, a equipa conseguiu bater recordes em quatro categorias distintas. No local estiveram presentes a TeamRU, os membros Smoke e 12, Hazzan, Piwor e, ainda, os maestros profissionais de hardware Rog Andre Yang e Shamino.
 
Foram utilizadas grandes quantidades de nitrogénio e hélio líquido, permitindo atingir um novo recorde de velocidade de relógio da CPU a 7.1843GHz, usando o processador Intel Core i7-3770K. Para SuperPi 1M, os 5.094 segundos representam o mais recente recorde mundial, enquanto que, em relação ao SuperPi 32M, foi alcançado o marco de 4 minutos e 43 segundos. Finalmente, os overlockers conseguiram bater o anterior recorde PiFast, num benchmark de 10.16 segundos.
 
Ainda durante o evento foram obtidos mais dois novos recordes. Andre Yang, TeamRU e os membros Smoke e 12 trabalharam em conjunto e estabeleceram um novo recorde wPrime 1024M, com 109 segundos e 937 ms. Foi utilizado um processador de 3ª geração Intel Core i7-3770K com clock a 6.617GHz, arrefecido com líquido de nitrogénio e a ajuda da memória G.Skill. A motherboard utilizada foi a ROG Maximus V Extreme, pois tem várias caraterísticas de overclock que a transformam na escolha natural para desempenhos extremos. Estas incluem OC Key para monitorização e ajuste, ao nível do hardware e é independente dos recursos do sistema.
 
Mas esta equipa não ficou por aqui. Obteve, ainda, um novo recorde mundial de desempenho GPU AquaMark 3. A nova marca está agora em 556303 pontos no teste de stress de placas gráficas do popular Guru3D. O hardware utilizado incluía uma placa gráfica ASUS HD 7970 GHz Edition com overclock a 1600MHz e 1850MHz GDDR5, graças à utilização generosa de nitrogénio líquido. O processador foi um Intel Core i7-3770K de terceira geração com overclock a 6.851GHz e a motherboard utilizada voltou a ser a Maximus V Extreme. O overvolting por hardware através do VGA Hotwire provou ser muito útil neste cenário, tal como aconteceu com o Subzero Sense para a deteção de baixas temperaturas, que foi desenhado para funcionar com as configurações do sistema de arrefecimento líquido.
 
A Maximus V Extreme já se estabeleceu como a motherboard de eleição dos overlockers e os últimos recordes mundiais falam por si.


Autor: admin
Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor