TI em transformação nas empresas

EmpresasNegócios

Ao oferecer uma visão global de todo o portfólio de serviços, as capacidades de Project and Portfolio Management permite que os CIOs façam um correto planeamento, execução e controle, reduzindo assim o risco e o custo e acelerando ao mesmo tempo a disponibilização de serviços inovadores que acrescen

A CA Technologies revelou que cerca de dois terços (61 por cento) das organizações europeias estão atualmente a adotar programas de transformação das TI para impulsionarem a inovação dos serviços de negócio.
 
Esta é uma das conclusões do estudo independente “IT Transformation: Planning, Execution and Objectives in Europe”, realizado pela IDG Connect em nome da CA Technologies, que inclui a opinião de 300 decisores de TI por toda a Europa. O estudo revela que, fruto de um esforço por oferecer serviços de negócio de forma mais rápida, rentável e segura, 32% dos inquiridos espera lançar programas de transformação de TI durante os próximos 12 meses, apesar de uma diminuição dos recursos.
 
Registando-se uma média de 28 por cento do orçamento de TI destinado a uma ou mais iniciativas de transformação das TI, nunca como hoje foi tão importante para as organizações planearem efetivamente os objetivos que procuram. Entre as principais iniciativas de transformação de TI identificadas no estudo, encontram-se a gestão do portefólio de aplicações (adotada por 88% das organizações inquiridas), a consolidação de data centers (77%) e ainda os serviços para cloud pública ou privada (75%).
 
O estudo permite ainda concluir que 54% das organizações que usam uma solução de gestão de projetos e portefólio (Project and Portfolio Management, ou PPM) para o planeamento das TI ou das unidades de negócios, bem como 62% das instituições que usam uma solução de PPM para ambas as áreas, consideram-se hoje mais confiantes do que as organizações que não recorrem a estas soluções no que à concerne à capacidade que a própria organização tem para planear e executar os projetos de transformação de TI.
 
Por outro lado, o estudo revela que os decisores de TI que trabalham para organizações com uma grande intensidade em termos de estratégia PPM têm a tendência para a criar expectativas mais ambiciosas para os projetos de transformação de TI, dando ainda uma prioridade elevada aos objetivos mais desafiantes ou globais, incluindo a capacidade que as TI têm para impulsionarem a inovação, criarem valor estratégico e melhorarem o desempenho empresarial. Em plano de contraste, os profissionais de TI que trabalham em organizações que não usam uma solução de PPM têm a tendência para enfatizar objetivos menos ambiciosos.
 
“O estudo mostra que as organizações europeias precisam de soluções de PPM para impulsionarem o sucesso dos programas de transformação das TI e para alcançarem a inovação dos serviços de negócio”, refere Helge Scheil, vice-presidente sénior de Service & Portfolio Management Solution Sales para a Europa da CA Technologies.
 
“O sucesso dos programas de transformação de TI – incluindo iniciativas tecnológicas como a migração para a cloud, a racionalização de aplicações e a consolidação do data center, e ainda iniciativas empresariais como a capacitação do colaborador móvel – dependem do planeamento, da execução e do controle eficaz de múltiplos programas e projetos inter-relacionados num longo período de tempo. Ao oferecer uma visão global de todo o portfólio de serviços, as capacidades de Project and Portfolio Management permite que os CIOs façam um correto planeamento, execução e controle, reduzindo assim o risco e o custo e acelerando ao mesmo tempo a disponibilização de serviços inovadores que acrescentem valor”.


Autor: admin
Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor