Os telemóveis estão em “crise”

Mobilidade

Resta aos pequenos fabricantes sentir as dificuldades de um mercado, onde não há a possibilidade instantânea de libertar margens para investir em ações de marketing.
Todos estes aspectos em conjunto com a polarização dos fabricantes chineses conduzem os fabricantes de alta gama a não investir no

Os resultados apresentados no estudo «European MobilePhone Tracker» não deixam margem para dúvidas: o primeiro trimestre do presente ano representa uma queda de 15% na venda de telemóveis, em relação ao mesmo período do ano 2011. Nem a adesão frenética aos smartphones conseguiu contornar esta tendência. De acordo com a IDC (empresa líder mundial na área de market intelligence), este segmento cresceu 40%, representando 32% das vendas totais do trimestre.
A Nokia e a Samsung são as marcas preferidas dos portugueses, elegendo os smartphones de baixa gama com sistema operativo Android. Resta aos pequenos fabricantes sentir as dificuldades de um mercado, onde não há a possibilidade instantânea de libertar margens para investir em ações de marketing.
Todos estes aspectos em conjunto com a polarização dos fabricantes chineses conduzem os fabricantes de alta gama a não investir no mercado nacional, procurando um refúgio em Espanha.


Autor: admin
Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor