Grupo de hackers sírios ataca servidores eBay e PayPal

e-Marketinge-PaymentEmpresasNegóciosSegurança

Os utilizadores do serviço PayPal e eBay foram recebidos por mensagens anti-governamentais dos serviços norte-americanos, depois de um ataque do Syrian Electronic Army à infraestrutura de servidores DNS de alguns clientes no Reino Unido. Os visitantes foram redirecionados para um site separado, em que apareciam mensagens contra o governo norte-americano e frases provocadoras como “Long

Os utilizadores do serviço PayPal e eBay foram recebidos por mensagens anti-governamentais dos serviços norte-americanos, depois de um ataque do Syrian Electronic Army à infraestrutura de servidores DNS de alguns clientes no Reino Unido.

Exploits

Os visitantes foram redirecionados para um site separado, em que apareciam mensagens contra o governo norte-americano e frases provocadoras como “Long live Siria” (“Viva a Síria”). Nesse sentido, investigadores deste tipo de ciberataques esclarecem que este ataque consiste numa contestação de alguns rebeldes sírios ao sistema empreendido pelos Estados Unidos da América.

Segundo o diretor sénior da empresa Paypal, Anuj Nayar, “em menos de uma hora, um conjunto de pessoas que visitaram as páginas web de França, Reino Unido e Índia da PayPal foram redirecionados para outras páginas”.

Esta já não é a primeira vez que este grupo ataca um site. Recentemente, o Syrian Electronic Army, grupo que também apoia o governo de Bashar al-Assad, conseguiu infetar o blogue e a página oficial do Twitter da empresa Microsoft.

Apesar da penetração, não houve qualquer acesso a dados de contas de utilizadores e, não havia perigo de roubo de dados. A situação, nesse sentido, foi rapidamente resolvida e já está a ser conduzida uma investigação para condenar os culpados.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor