13 mil dólares para quem “crackar” scanner de impressões digitais

EscritórioMacSegurança

Uma empresa de micro venture capital juntou-se a um grupo de investigadores de seguranças e ofereces mais de 13 mil dólares (cerca de 9,6 mil euros) e outros produtos ao primeiro hacker que conseguir quebrar o scanner de impressões digitais dos novos iPhones. Arturas Rosenbacher, parceiro fundador da IO Capital, e que doou dez mil

Uma empresa de micro venture capital juntou-se a um grupo de investigadores de seguranças e ofereces mais de 13 mil dólares (cerca de 9,6 mil euros) e outros produtos ao primeiro hacker que conseguir quebrar o scanner de impressões digitais dos novos iPhones.

appleArturas Rosenbacher, parceiro fundador da IO Capital, e que doou dez mil dólares à “competição”, afirma que o esforço vai juntar as mentes mais brilhantes da comunidade hacker e ajudar a Apple a identificar bugs que possam ter escapado.

Especialistas em segurança preocupam-se com as implicações do uso de um módulo que garanta acesso à dados sensíveis no telefone e que possam potenciar a compra de telemóveis.

O scanner de impressões digitais da Apple permite aos utilizadores desbloquear o dispositivo e fazer compras no iTunes simplesmente por carregar com o dedo no botão “Home”.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor