O Som pode valer mais que mil imagens…

Negócios

Mas é único, e o serviço de excelência pres­tado pelo distribuidor paga-se. 

Compreenderão que me é muito difícil através da escrita explicar o título desta peça, mas de facto não tenho outras palavras para descrever este novo equi­pamento da BOSE. Estamos perante um televisor que nos provoca o pânico quando ouvimos um animal a correr na selva, que nos põe a chorar quando vimos alguém em sofrimento, que nos enche de alegria por termos a sensação que estamos no estádio da luz a ver o jogo, que nos põe aos pulos quando vimos um concerto de rock, e tossimos quando estamos perante uma ópera, nem no S. Carlos é tão real. O som neste caso é o protagonista e ao contrário do que possam pensar é mesmo de uma televisão que vos vou escrever. Para ser mais correto estamos perante um dos mais incríveis sistemas de entrete­nimento até hoje concebidos. Porque simplesmente a Bose o desenvolveu com base no que melhor sabe fazer e fez tão bem que por si só é suficiente.
Este equipamento está disponível com painéis LCD-LED de 46’’ e de 55’’, o sistema de entretenimento Bose VideoWave II é o primeiro sistema audiovisual completo do mundo capaz de realizar a reprodução de música e de bandas sonoras multicanal através de uma tecnologia proprietária em que nenhuma coluna é visível – mas com a mesma qualidade de inestéticos siste­mas de múltiplas caixas.
Além de uma reprodução de som exce­cional, com baixo profundos capazes de dar um realismo máximo aos efei­tos sonoros dos filmes, o sistema de entretenimento Bose VideoWave II inclui ainda um sistema proprietário de processamento digital de sinais que, usando processamento digital de sinais e tirando partido da reflexão das paredes laterais da sala, recria de forma convincente todo o ambiente de som multicanal para o qual até agora era necessário utilizar pelo menos cinco colunas e um subwoofer – e inúmeros cabos espalhados pela sala.
Integração e facilidade de utilização
Outro dos argumentos únicos do Bose VideoWave II é a sua tecnologia de inte­gração e controlo de fontes (Bose Unify), que permite controlar qualquer fonte ligada à sua unidade central através de um pequeno e simples comando, extremamente fácil de usar.
O comando usado pelo Bose VideoWave II é um modelo de simplicidade funcio­nal, incluindo apenas as teclas essen­ciais ao controlo do equipamento.
Consoante a fonte usada – o próprio tele­visor, o berço para iPod/iPhone incluído ou qualquer outro equipamento ligado à unidade central, como um leitor de CD, DVD, Blu-ray, consola de jogos, etc. – os restantes comandos surgem numa moldura em redor do ecrã, podendo ser facilmente escolhidos através das teclas de cursor do comando.
E como não faz sentido possuir um sis­tema simples e fácil de integrar na deco­ração da sala como este, para depois ter de colocar ao lado várias caixas adicionais, consoante os conteúdos a reproduzir, a Bose dotou o comando do sistema VideoWave II de um sistema de transmissão por radiofrequência.
Na prática, isto significa que qual­quer equipamento ligado ao Bose VideoWave II pode ser escondido da vista, por detrás de um armário fechado, sem que tal impeça o seu controlo remoto. Os códigos de infra­vermelhos necessários ao correto comando à distância dos equipamen­tos são emitidos pela unidade central da Bose, que recebe a informação via radiofrequência e depois a transforma em infravermelhos.
Está disponível em Portugal, o sistema de entretenimento Bose VideoWave II e tem um preço a partir de 5.799 euros (ecrã de 46’’). É caro, eu sei. Mas é único, e o serviço de excelência pres­tado pelo distribuidor paga-se. 


Autor: admin
Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor