Arqueonautas gere operações com Office 365 da Microsoft

Negócios

A Arqueonautas mantém um histórico de todos os artefactos que recuperou ao longo de vários anos, uma informação vital à sua atividade, e se dantes a informação era partilhada com investigadores e potenciais investidores através de discos óticos, expedidos por correio, com elevados riscos de seguranç

A Microsoft Portugal acaba de anunciar que a Arqueonautas implementou, recentemente, o Office 365, com o objetivo de desenvolver o acesso e a partilha de informação entre os colaboradores, investidores e parceiros e, ainda, para optimizar as operações a nível global.
 
Os fatores que determinaram a escolha do Office 365 como a solução implementar dizem respeito à necessidade crescente de partilha de informação, ao acesso permanente ao e-mail, bem como à necessidade de implementar uma solução flexível. Para além destas funcionalidades, a Arqueonautas passou também a beneficiar de um serviço alojado na cloud.
 
Segundo Miguel Rocha Moura, CFO da Arqueonautas, «A adoção do Office 365 revelou ser uma escolha acertada e constituiu uma clara mais-valia em termos de custo-benefício para a atividade da Arqueonautas. A fiabilidade e acesso ao email, sem qualquer limitação geográfica e temporal, imprescindível à atividade diária, assim como a possibilidade de partilha de informação de forma rápida e segura através do Sharepoint quer dentro, quer fora da organização, abriu portas a novas oportunidades de negócio muitíssimo interessantes, e permitiu incrementar os níveis de eficiência e rentabilidade das operações, a nível global. A Arqueonautas mantém um histórico de todos os artefactos que recuperou ao longo de vários anos, uma informação vital à sua atividade, e se dantes a informação era partilhada com investigadores e potenciais investidores através de discos óticos, expedidos por correio, com elevados riscos de segurança associados e falta de rapidez no processo, hoje conseguimos com o Office 365 e o Sharepoint tornar estes processos muito mais céleres, seguros e eficazes, o que naturalmente influencia de forma determinante e positiva a eficiência da atividade, a colaboração e produtividade de todos os colaboradores não só em Portugal, mas a nível mundial».


Autor: admin
Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor