10 tendências empresariais inovadoras para 2016

Negócios

Um estudo da CIONET apontou dez tendências que estão a fazer desaparecer o paradigma empresarial tradicional. Já em 2016, poderão observar-se reconfigurações significativas ao nível das estratégias digitais e de negócio das grandes multinacionais, com a adoção de soluções inovadoras. A investigação da comunidade CIONET revela dez tendências que vão a redirecionar o rumo dos

Um estudo da CIONET apontou dez tendências que estão a fazer desaparecer o paradigma empresarial tradicional. Já em 2016, poderão observar-se reconfigurações significativas ao nível das estratégias digitais e de negócio das grandes multinacionais, com a adoção de soluções inovadoras.

inovação

A investigação da comunidade CIONET revela dez tendências que vão a redirecionar o rumo dos negócios já no próximo ano. Na esfera dos modelos de negócio Business-to-Business (B2B), as empresas vão adotar soluções de Software-defined Anything, ou seja, serão cada vez mais comuns infraestruturas assentes em software que interligam dispositivos originários de diversas redes e plataformas (1). As empresas também abordarão, de modo exclusivo, a analítica através de modelos SaaS (2).

A mobilidade continuará a desempenhar um papel fundamental, na medida em que as equipas exteriores estarão conectadas à empresa e aos clientes mediante dispositivos wearable. A comunicação dentro e fora das empresas será potenciada por aquilo que a CIONET chama de Internet of Nano Things, que consiste em redes de nano objetos que comunicam e interagem mutuamente, criando canais multidirecionais de comunicação (3). Por outro lado, a impressão 3D adquirirá uma grande preponderância no ecossistema corporativo (4).

Relativamente ao mercado Business-to-Consumer (B2C), as principais tendências estão fortemente associadas à mobilidade, conectividade e interatividade. O setor do retalho investirá na apresentação de promoções baseadas na localização seu cliente, tornando mais eficientes as suas campanhas (5). Também neste ramo serão feitos progresso em matéria de otimização da experiência do consumidor in-store (6). A área da saúde adquirirá contornos mais móveis, com sistemas, dispositivos e infraestruturas que possibilitem o acompanhamento remoto dos pacientes, que pode ainda monitorizar o seu desempenho físico através de wearables (7).

Tecnologias que consigam analisar o estado emocional e o comportamento do consumidor (8) são uma das tendências que, segundo a CIONET, pautarão 2016. Pode esperar-se também o advento dos drones enquanto veículos publicitários (9) e a chegada dos tão aguardados carros conectados (10).

Rui Serapicos, sócio-gerente da CIONET Portugal, afirmou, em nota de imprensa, que a importância do fator inovação nas empresas nunca foi tão discutida, e que é essencial para que possam ser oferecidos serviços de maior qualidade ao consumidor. “A necessidade de inovar empresas já é assumida como premissa para tudo o resto, e cada vez mais, os conceitos de inovação, tecnologia e criação de valor se fundem”, comentou o executivo.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor